Home / Cultura / “Pandemia pela ótica animal”: Aventuras do “SiriZinho” de Penha chegam às redes sociais e entusiasmam escritora de Portugal
Slider
Mónica enfatiza que seria importante que livros impressos do SiriZinho chegassem logo a Portugal, Foto/Redes Sociais

“Pandemia pela ótica animal”: Aventuras do “SiriZinho” de Penha chegam às redes sociais e entusiasmam escritora de Portugal




27.09 – A divulgadora literária, contadora de histórias infantis e escritora Mónica Sebastião, da Biblioteca Municipal de Setúbal, em Portugal, é a nova entusiasta de uma turminha muito especial criada em Penha: a Turma do SiriZinho. O primeiro livro infantil de Paulo Santos, “A Turma do Sirizinho e a Pandemia pela Ótica Animal”, chegou até Mónica pela internet, em formato digital, e ela gostou do que leu e visualizou. Ela fez questão de procurar Paulo pelas redes sociais, iniciou uma bela amizade e gravou um vídeo diretamente de Portugal, divulgando o livro e reforçando a beleza de uma história com mensagem positiva.

Mónica reforça a história do livro em sua página na rede social Facebook, e enfatiza que seria importante que livros impressos do SiriZinho chegassem logo a Portugal, para que a história da turminha que se conheceu durante a pandemia no Brasil e trata de assuntos relativos à proteção animal ficasse ainda mais conhecida.

Entre os personagens que compõem o livro, lançado inicialmente em Penha, estão o Sirizinho, o tubarão Tutuba, a garça Garcilda, o vilão Fragaton, (uma fragata macho), o tucano fêmea Tuca, a capivara Captur, o gato do mato Félix e o cãozinho Bingo, e vivem suas aventuras em Armação do Itapocoróy.

“A Pandemia pela Ótica Animal”, da Editora WI, foi impresso graças a uma vaquinha virtual que levantou os recursos e cuja venda está disponível no site http://Turma-do-sirizinho.oncartx.io. Segundo Paulo, seus personagens levem educação ambiental para as crianças, mas também oferecem um perfil musical – a primeira das músicas da turminha já está em todas as plataformas musicais, e muitas estão por vir.

Mônica frisa no seu vídeo que “o livro é maravilhosamente bem ilustrado”, e que além de Paulo, nativo de Penha (mais precisamente Armação do Itapocoróy, como ele faz questão de frisar), a narrativa é desenhada por Jimi Silva, de Macaé, no RJ, amigo do autor original há 15 anos. Há ainda participação do cantor e compositor Humberto Ribeiro, o Beto Ribas, nos clipes da galerinha. A curiosidade é que estes autores trabalham embarcados em plataformas petrolíferas, e de lá, criaram o material.

Paulo destaca que foi muito positivo ter a divulgação dessa obra feita também em Portugal. “Mónica virou uma ‘siriguidora’ nas redes sociais”, orgulha-se ele. Paulo agora prepara novo projeto: um novo livro mostrando a luta dos cãezinhos de rua e ênfase à causa animal. Interessados na compra do primeiro livro, lançado no último dia 20 de fevereiro, podem comprá-lo e apoiar o projeto. O livro está disponível no site de vendas amazon.com.br.

Por: Juvan de Souza Neto

Receba notícias direto no seu celular!
Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News"



Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News" no Telegram!

Sobre Vilmar Carneiro

Vilmar Carneiro
Formado em Jornalismo pela Univali - Universidade do Vale de Itajaí. Passagens profissionais por: Rede de Comunicação Eldorado (RCE/TV- Itajaí), Jornal de Santa Catarina (Agencia RBS/Notícias), Jornal A Notícia, Diário do Litoral (Diarinho) e diretor de jornalismo da extinta Rádio Aquarela FM.

Confira também

Cultura – Robótica é uma das atrações para a 1ª Feira Literária de Penha

13.08 – A robótica é uma das principais atrações da 1ª Feira Literária de Penha, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *