Home / Geral / Águas de Penha alerta: população não pode descuidar do mosquito da dengue
Slider

Águas de Penha alerta: população não pode descuidar do mosquito da dengue




11.08 – Em tempos de prevenção ao coronavírus, a população não pode se esquecer também do combate a outras doenças como a Dengue, Zika e Chikungunya, transmitidas pelo Aedes Aegypti. A orientação dos órgãos de saúde é que a população se preocupe também com a prevenção da proliferação do mosquito e fique atenta aos bebedouros de animais, vasos de plantas, depósitos de água e tudo que possa servir de criadouro do mosquito nas residências e locais de trabalho.

A dengue pode ter diferentes apresentações clínicas e de prognóstico imprevisível. Os primeiros sintomas aparecem de quatro a 10 dias depois da picada do mosquito infectado. A doença começa bruscamente e se assemelha a uma síndrome gripal grave caracterizado por febre elevada, fortes dores de cabeça e nos olhos, além de dores musculares e nas articulações.

Conforme Arthur May, gestor operacional da Águas de  Penha, uma das principais ações para mitigar a atuação do mosquito é a limpeza da caixa d’água. Nesse sentido, Águas de Penha, recomenda que a higienização seja feita a cada seis meses. “A caixa d’água deve ser mantida sempre fechada, para evitar a entrada de insetos, como o mosquito da dengue por exemplo”, acrescenta.

Fonte: Buriti Jornalistas

Receba notícias direto no seu celular!
Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News"



Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News" no Telegram!

Sobre Vilmar Carneiro

Vilmar Carneiro
Formado em Jornalismo pela Univali - Universidade do Vale de Itajaí. Passagens profissionais por: Rede de Comunicação Eldorado (RCE/TV- Itajaí), Jornal de Santa Catarina (Agencia RBS/Notícias), Jornal A Notícia, Diário do Litoral (Diarinho) e diretor de jornalismo da extinta Rádio Aquarela FM.

Confira também

Nomeação – Juíza Aline Vasty Ferrandin assume a Comarca de Penha

07.08 – O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) confirmou o nome da juíza …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *