Home / Geral / Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina emite nota para esclarecer que o tratamento com ozônio para a Covid-19 não tem eficácia comprovada e é proibido no Estado.
Slider

Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina emite nota para esclarecer que o tratamento com ozônio para a Covid-19 não tem eficácia comprovada e é proibido no Estado.




05.08 – O CRM-SC (Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina) emitiu uma nota ontem (4) para esclarecer que o tratamento com ozônio para a Covid-19 não tem eficácia comprovada e é proibido no Estado.

O prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni (MDB), sugeriu a aplicação de ozônio pelo ânus para pacientes que apresentem sintomas da Covid-19. O assunto foi abordado por ele durante uma live que foi ao ar na segunda-feira (3). A proposta do prefeito teve grande repercussão inclusive internacional.

Na nota, o Conselho Regional de Medicina explica que todas as formas de tratamento precisam passar por validação da entidade antes de serem prescritas por médicos. O tratamento com ozônio, no entanto, já foi proibido em uma resolução emitia em 2018 pelo CFM (Conselho Federal de Medicina).

Há exceção apenas em casos de estudos em caráter experimental, com base em protocolos e critérios específicos. A entidade esclarece, ainda, que a medida “está longe” de ser uma unanimidade positiva, uma vez que os estudos ainda carecem de pesquisas e trabalhos científicos.

O CRM-SC esclarece que todas as formas de tratamento, não apenas relacionados a COVID-19, devem ser validados pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). O CFM emitiu Resolução (CFM 2181/2018) que proíbe aos médicos a prescrição de ozonioterapia dentro dos consultórios e hospitais.

A norma federal também deixa claro que o seu uso benéfico em tratamentos clínicos ainda está longe de ser uma unanimidade positiva, já que o volume de estudos e trabalhos científicos adequados sobre a prática ainda é incipiente e não oferece as certezas necessárias. Esse assunto exige mais pesquisa em busca de conhecimento sobre o tema.

Ontem, 04, o prefeito de Itajaí (SC), Volnei Morastoni (MDB), voltou a defender o tratamento de ozonioterapia contra a Covid-19 em um novo vídeo publicado na noite de terça-feira (4), desta vez em sua rede social pessoal.

Ele lamentou que a aplicação retal do ozônio tenha virado “escárnio e zombaria” após anunciar que poderia adotar a técnica em pacientes com diagnóstico de Covid-19 na cidade, durante uma transmissão ao vivo em uma rede social da prefeitura municipal.

“Infelizmente, todo esse esforço em dar mais uma opção de tratamento para a população vem sendo mostrado com escárnio e zombaria. Preocupado apenas em salvar vidas, em proteger a saúde das pessoas, não imaginei que oferecer esse novo tratamento para combater o coronavírus fosse criar uma repercussão tão grande, tantas piadas, memes e manchetes sensacionalistas”, afirmou Morastoni, que é médico pediatra e homeopata, no vídeo.

“Como até o momento não há terapia definitiva para a pandemia da Covid-19, todas as iniciativas baseadas em estudos científicos são importantes para auxiliar na busca por tratamento. (…) Quem já passou por isso sabe que diante da doença e da morte a gente recorre a todas as alternativas de prevenção e tratamento para curar quem se ama e eu amo em Itajaí. Por isso, eu vou continuar pesquisando e oferecendo novos tratamentos para a população. (…) Para mim, o mais importante é salvar vidas e vou fazer o que for preciso para isso com responsabilidade e respaldo da comunidade científica”, completou o prefeito.

As declarações do prefeito foram feitas durante uma transmissão ao vivo realizada em uma rede social oficial da administração municipal.

Receba notícias direto no seu celular!
Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News"

Sobre Vilmar Carneiro

Vilmar Carneiro
Formado em Jornalismo pela Univali - Universidade do Vale de Itajaí. Passagens profissionais por: Rede de Comunicação Eldorado (RCE/TV- Itajaí), Jornal de Santa Catarina (Agencia RBS/Notícias), Jornal A Notícia, Diário do Litoral (Diarinho) e diretor de jornalismo da extinta Rádio Aquarela FM.

Confira também

Balneário Barra do Sul: Bote naufraga e pescador de Penha morre afogado na Boca da Barra

21.09 – Por volta das 13h30 de hoje, um bote naufragou com um casal virou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *