Home / Geral / Escola Senador LHS: Estado convoca perito e decide suspender temporariamente aulas em Itajuba
Slider
Engenheira do Governo do Estado esteve na escola fazendo vistoria - Foto/Defesa Civil

Escola Senador LHS: Estado convoca perito e decide suspender temporariamente aulas em Itajuba




10.08 – As aulas presenciais estão suspensas na Escola de Ensino Médio Senador Luiz Henrique da Silveira, do bairro Itajuba, em Barra Velha, após o agravamento de problemas relativos à estrutura da unidade, que sofre com rachaduras, infiltrações e estalos em pisos e paredes.

Uma engenheira do Governo do Estado, em conjunto com representantes da Coordenadoria Regional de Educação de Joinville (CRE) esteve na unidade ontem, dia 9 de agosto, junto da Defesa Civil de Barra Velha, e o grupo optou por garantir a segurança dos profissionais e alunos.

Após a vistoria inicial – com a presença de equipe da direção e também do vereador Marcelo Nogaroli (MDB), ficou definida a necessidade de avaliação técnica completa, para “diagnóstico de possíveis instabilidades no solo”, segundo nota lançada pela direção da unidade.

Segundo Elton Cunha, da Defesa Civil, as aulas da “EEM Senador” voltam exclusivamente para o sistema remoto, enquanto a Secretaria de Estado da Educação avalia o prédio, que no último dia 6, teve de ser evacuado para garantir a segurança de professores, servidores e estudantes.

A diretora Sonia Karnopp também confirmou as aulas agora no formato remoto, pelo sistema Google Classroom, e ainda atividades impressas para estudantes que não têm acesso ao aplicativo. A expectativa é que o perito do Estado esteja na escola ainda nesta semana ou início da semana que vem, segundo Elton.

A direção frisa que essa suspensão será em caráter excepcional, até a publicação do laudo técnico da empresa autorizada pelo Estado. A medida foi necessária após o susto ocorrido sexta-feira, quando a sala dos professores teve seu piso afundado após estalar.

Na ocasião, a Defesa Civil ordenou a evacuação da unidade, inaugurada há apenas quatro anos. O CARNEIRO NEWS apurou que a unidade já sofre com situações como rachaduras, infiltrações e rebaixamento de pisos desde que as atividades educacionais começaram no estabelecimento de ensino. A “EEM Senador” é vinculada à Rede Estadual de Ensino em Barra Velha.

Vários problemas

A escola é tida como uma das mais amplas e modernas escolas do norte do Estado, mas enfrentou problemas, atrasos e atropelos durante a construção – a comunidade, em 2017, acusou o projeto de ser instalado de frente para uma rua menor do que a que seria ideal (Rua Professor Nilton João Batista), muito próxima ao Rio Itajuba. O prédio também passou por problemas como falta de mobiliário próprio e estrutura mínima para começar a funcionar.

O início um tanto acelerado das atividades já ocorreu, na época, em decorrência de outra unidade com problemas: a Escola de Educação Básica David Pedro Espíndola, no bairro São Cristóvão, atualmente interditada e com sua demolição futura já confirmada pela Prefeitura, que assumiu sua área. A inauguração ocorreu em 2018, sem alarde.

Na época, os alunos foram emergencialmente deslocados do São Cristóvão, para a “EEM Senador”, ainda não totalmente finalizada e projetada inicialmente para 1,4 mil alunos do Ensino Médio. Na época, falou-se em investimento superior a R$ 8 milhões por parte do Estado.

Por: Juvan de Souza Neto

Receba notícias direto no seu celular!
Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News"

Sobre Vilmar Carneiro

Vilmar Carneiro
Formado em Jornalismo pela Univali - Universidade do Vale de Itajaí. Passagens profissionais por: Rede de Comunicação Eldorado (RCE/TV- Itajaí), Jornal de Santa Catarina (Agencia RBS/Notícias), Jornal A Notícia, Diário do Litoral (Diarinho) e diretor de jornalismo da extinta Rádio Aquarela FM.

Confira também

Navegantes: Acontece amanhã na praia do Gravatá e na Central o mutirão “Limpando o Mundo”

17.09 – O Grupo de Trabalho de Educação Ambiental de Navegantes com o apoio da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *