Home / Notícia / Penha: Igrejinha histórica de São João Batista de Armação do Itapocorói passará por restauração
Slider
Penha anunciou ontem (16) liberação de emenda de R$ 150 mil para restauração de igrejinha de Armação - Foto/Divulgação

Penha: Igrejinha histórica de São João Batista de Armação do Itapocorói passará por restauração




17.11 – A Capela Histórica de São João Batista, marco zero da cidade de Penha, receberá um projeto arquitetônico para restauração das suas estruturas em 2022. O valor de R$ 150 mil para custear a iniciativa foi anunciado ontem (16) em reunião entre o pároco Josué Brito de Souza, a prefeita em exercício, Maria Juraci Alexandrino (MDB), além do vereador Everaldo Dal Posso, o Italiano (PL).

Italiano, que articulou a liberação de recursos por meio de emenda parlamentar, disse a reportagem do Diarinho que projetos arquitetônicos como o da capela precisam de cuidado especial a fim de manter as características originais – e esse valor servirá justamente para garantir a contratação de equipe técnica especializada. “Serão R$ 100 mil para a capela, e o restante para recuperar o salão, que também é um bem tombado do município e entrará no pacote da restauração”, pontuou o vereador.

A expectativa é de liberação da verba até março de 2022, quando a prefeitura licitará a assessoria técnica vencedora para elaboração do projeto. O projeto é encarado como um presente para os 263 anos que a capela completará em abril.

A prefeita em exercício disse que quer ver as obras de perto. Na visão dela, o marco zero de Penha não é apenas um patrimônio arquitetônico e cultural, mas também um espaço educacional para as futuras gerações estudarem a história de uma das igrejas mais antigas do Estado.

O presidente da Fundação Cultural de Penha, professor Eduardo Bajara, um dos maiores conhecedores da história local, celebrou o anúncio dos recursos. Juraci e Bajara repassaram ao padre Josué que as obras devem incluir ainda a revitalização da Praça de São Pedro e pediram melhorias no cemitério de Armação do Itapocoróy.

Neste ano, houve uma manutenção do local, que mesmo com a igreja nova situada ao lado, ainda sedia a celebração de casamentos e missas. Todas as segundas-feiras, às 6h30 da manhã, há a “missa das Almas” na capela.  Os recursos foram assegurados pelo deputado estadual Ivan Naatz (PL).

Marco Zero

Berço da colonização do município de Penha, a capela é o marco que simboliza o início da história local, pois no seu entorno cresceu a Armação do Itapocoróy.

Terceira igreja mais antiga de Santa Catarina, segundo lembra o professor Eduardo Bajara, a capela foi construída em 1.759 e em abril do ano que vem, completará 263 anos de existência.

Além de cerimônias religiosas, serviu durante mais de 100 anos como sede de registros de nascimentos, batismos, casamentos e óbitos da região compreendida entre a barra do Itapocu (ao norte) e o rio Camboriú (ao sul).

Por: Juvan de Souza Neto/Diarinho

Receba notícias direto no seu celular!
Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News"



Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News" no Telegram!

Sobre Vilmar Carneiro

Vilmar Carneiro
Formado em Jornalismo pela Univali - Universidade do Vale de Itajaí. Passagens profissionais por: Rede de Comunicação Eldorado (RCE/TV- Itajaí), Jornal de Santa Catarina (Agencia RBS/Notícias), Jornal A Notícia, Diário do Litoral (Diarinho) e diretor de jornalismo da extinta Rádio Aquarela FM.

Confira também

Ciclone Extratropical – Defesa Civil de SC divulga números de desalojados e atual situação do Estado pós vendaval

11.08 – No final da manhã de hoje a Defesa Civil de Santa Catarina emitiu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *