Home / Policia / Caso Vanessa: Morte de mulher encontrada morta embaixo da cama será investigado como feminicídio
Slider
Vanessa foi encontrada morta debaixo da cama - Foto/Divulgação

Caso Vanessa: Morte de mulher encontrada morta embaixo da cama será investigado como feminicídio




27.07 – A Polícia Civil instaurou ontem, 26, inquérito para investigar o assassinato de Vanessa Lima, de 25 anos, encontrada morta embaixo da cama no sábado, 24, no bairro Paranaguamirim, em Joinville. A polícia ainda não divulgou o que foi utilizado para matar a jovem.

O delegado de homicídios responsável pelo caso, Elieser Bertinotti, diz que o crime será investigado como feminicídio. Ele destaca que no momento não é possível informar a linha de investigação. Porém, comenta que seguirá com base nas informações coletadas inicialmente e no contexto da vida de Vanessa.

De acordo com o delegado, a vítima tinha uma medida protetiva contra um homem. No entanto, por enquanto, ele não é apontado como suspeito. Elieser ressalta que todas as informações colhidas serão apuradas, inclusive com relação a relacionamentos que a vítima teve com outras pessoas. O prazo para conclusão do inquérito policial é de 30 dias. A finalização das investigações depende do laudo pericial.

Filho de Vanessa foi encontrado sozinho

O filho de Vanessa, um menino de um ano e dois meses, foi encontrado sozinho por moradores nesta sexta-feira, 23, no bairro Estevão de Matos. Ele foi deixado aos cuidados do Conselho Tutelar.

O que diz o relatório da Polícia Militar

Conforme informações repassadas pela Polícia Militar, foram encontradas manchas de sangue no apartamento de Vanessa.

De acordo com o relatório, havia sangue na máquina de lavar e sacos de lixo escondidos pelos cantos. Ao puxar um dos sacos, os policiais encontraram a vítima embaixo de uma cama de solteiro.

Vanessa foi identificada pelos familiares e o local foi isolado. A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) foram acionados para assumir o caso. O local foi fotografado e as testemunhas presentes foram ouvidas.

Conforme a Polícia Militar, o ex-marido da vítima estava com o celular e a carteira dela e entregou aos policiais. Ele relatou que estava com os pertences de Vanessa e que havia buscado os itens na sexta-feira, 23, para conseguir a documentação do filho, que estava no Conselho Tutelar após ser encontrado sozinho perambulando pela rua no bairro Estevão de Matos.

Fonte: O Município

Receba notícias direto no seu celular!
Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News"

Sobre Vilmar Carneiro

Vilmar Carneiro
Formado em Jornalismo pela Univali - Universidade do Vale de Itajaí. Passagens profissionais por: Rede de Comunicação Eldorado (RCE/TV- Itajaí), Jornal de Santa Catarina (Agencia RBS/Notícias), Jornal A Notícia, Diário do Litoral (Diarinho) e diretor de jornalismo da extinta Rádio Aquarela FM.

Confira também

Alargamento: Casal foi filmado fazendo sexo na praia Central de Balneário Camboriú já foi identificado pela polícia

21.09 – A polícia Civil já identificou o casal que foi flagrado e filmado por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *