Home / Policia / Na madrugada: Homem é morto a machadadas no bairro Conceição em Balneário Piçarras
Slider

Na madrugada: Homem é morto a machadadas no bairro Conceição em Balneário Piçarras




18.03 – Uma briga na madrugada de hoje (18), por volta das 4h, na rua Vereador Altair de Souza, próximo da Mercearia do Polaco, no bairro Nossa Senhora da Conceição em Balneário Piçarras resultou da morte de Adriano Cunha, 46 anos. A vítima foi morta com golpes de machado na cabeça. O principal suspeito, um homem conhecido como Lelo ou Lelinho, fugiu do local do crime para um  matagal e não foi mais visto.

Testemunhas afirmam que a briga entre Lelo e Adriano começou em um rancho atrás de uma casa que recentemente foi destruída por um incêndio, localizada na Rua Vereador Altair de Souza. Os dois, segundo os vizinhos, provavelmente estariam bebendo, ou consumindo drogas e começaram a discutir. Lelo teria se armado de uma machado e desferido vários golpes da cabeça de Adriano.

A vítima foi encontrada por moradores por volta das 6h, ainda agonizando, caída na rua e levada em seguida para o PA da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo foi pelo para o IML de Balneário Camboriú.

Agora pela manhã, a família da vítima esteve na Delegacia da cidade para registrar o Boletim de Ocorrência. A Polícia Civil vai investigar o caso, mas até o momento ainda não tem informações sobre o motivo do homicídio.

Por: Vilmar Carneiro

Foto> Redes Sociais

Receba notícias direto no seu celular!
Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News"

Sobre Vilmar Carneiro

Vilmar Carneiro
Formado em Jornalismo pela Univali - Universidade do Vale de Itajaí. Passagens profissionais por: Rede de Comunicação Eldorado (RCE/TV- Itajaí), Jornal de Santa Catarina (Agencia RBS/Notícias), Jornal A Notícia, Diário do Litoral (Diarinho) e diretor de jornalismo da extinta Rádio Aquarela FM.

Confira também

Barra Velha: Idoso é encontrado morto com sinais de facadas no rosto no bairro São Cristóvão

26.07 – Um homem de 64 anos, foi encontrado morto, com sinais de agressão, em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *