Home / Cultura / “Pandemia pela ótica animal”: Aventuras do “SiriZinho” de Penha chegam às redes sociais e entusiasmam escritora de Portugal
Slider
Mónica enfatiza que seria importante que livros impressos do SiriZinho chegassem logo a Portugal, Foto/Redes Sociais

“Pandemia pela ótica animal”: Aventuras do “SiriZinho” de Penha chegam às redes sociais e entusiasmam escritora de Portugal




27.09 – A divulgadora literária, contadora de histórias infantis e escritora Mónica Sebastião, da Biblioteca Municipal de Setúbal, em Portugal, é a nova entusiasta de uma turminha muito especial criada em Penha: a Turma do SiriZinho. O primeiro livro infantil de Paulo Santos, “A Turma do Sirizinho e a Pandemia pela Ótica Animal”, chegou até Mónica pela internet, em formato digital, e ela gostou do que leu e visualizou. Ela fez questão de procurar Paulo pelas redes sociais, iniciou uma bela amizade e gravou um vídeo diretamente de Portugal, divulgando o livro e reforçando a beleza de uma história com mensagem positiva.

Mónica reforça a história do livro em sua página na rede social Facebook, e enfatiza que seria importante que livros impressos do SiriZinho chegassem logo a Portugal, para que a história da turminha que se conheceu durante a pandemia no Brasil e trata de assuntos relativos à proteção animal ficasse ainda mais conhecida.

Entre os personagens que compõem o livro, lançado inicialmente em Penha, estão o Sirizinho, o tubarão Tutuba, a garça Garcilda, o vilão Fragaton, (uma fragata macho), o tucano fêmea Tuca, a capivara Captur, o gato do mato Félix e o cãozinho Bingo, e vivem suas aventuras em Armação do Itapocoróy.

“A Pandemia pela Ótica Animal”, da Editora WI, foi impresso graças a uma vaquinha virtual que levantou os recursos e cuja venda está disponível no site http://Turma-do-sirizinho.oncartx.io. Segundo Paulo, seus personagens levem educação ambiental para as crianças, mas também oferecem um perfil musical – a primeira das músicas da turminha já está em todas as plataformas musicais, e muitas estão por vir.

Mônica frisa no seu vídeo que “o livro é maravilhosamente bem ilustrado”, e que além de Paulo, nativo de Penha (mais precisamente Armação do Itapocoróy, como ele faz questão de frisar), a narrativa é desenhada por Jimi Silva, de Macaé, no RJ, amigo do autor original há 15 anos. Há ainda participação do cantor e compositor Humberto Ribeiro, o Beto Ribas, nos clipes da galerinha. A curiosidade é que estes autores trabalham embarcados em plataformas petrolíferas, e de lá, criaram o material.

Paulo destaca que foi muito positivo ter a divulgação dessa obra feita também em Portugal. “Mónica virou uma ‘siriguidora’ nas redes sociais”, orgulha-se ele. Paulo agora prepara novo projeto: um novo livro mostrando a luta dos cãezinhos de rua e ênfase à causa animal. Interessados na compra do primeiro livro, lançado no último dia 20 de fevereiro, podem comprá-lo e apoiar o projeto. O livro está disponível no site de vendas amazon.com.br.

Por: Juvan de Souza Neto

Receba notícias direto no seu celular!
Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News"

Sobre Vilmar Carneiro

Vilmar Carneiro
Formado em Jornalismo pela Univali - Universidade do Vale de Itajaí. Passagens profissionais por: Rede de Comunicação Eldorado (RCE/TV- Itajaí), Jornal de Santa Catarina (Agencia RBS/Notícias), Jornal A Notícia, Diário do Litoral (Diarinho) e diretor de jornalismo da extinta Rádio Aquarela FM.

Confira também

Cultura: Começa amanhã a 6ª Feira do Livro de Balneário Piçarras

30.09 – A Fundação Municipal de Cultura abre amanhã, dia 1º de outubro, a sexta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *