Home / Policia / Filho e pai acusados de envolvimento na morte de Gabriella Custódio da Silva vão a júri popular em março de 2020
Slider

Filho e pai acusados de envolvimento na morte de Gabriella Custódio da Silva vão a júri popular em março de 2020




04.12 – A Justiça de Santa Catarina marcou para às 8h de 24 de março de 2020 o júri popular de Leonardo Nathan Chaves Martins e o pai dele, Leosmar Martins. O julgamento será no fórum de Joinville, no Norte do estado. Os dois réus são acusados de envolvimento na morte de Gabriella Custódio da Silva, que levou um tiro no peito em julho. A decisão da Justiça é desta quarta-feira (4).

Leonardo, de 21 anos, era o companheiro da vítima. Ele é acusado de homicídio duplamente qualificado por surpresa e feminicídio. O pai responde por fraude processual e porte ilegal de arma de fogo.

A jovem de 20 anos morreu em 23 de julho. Ela foi baleada na casa da sogra, no distrito de Pirabeiraba. Em seguida, Gabriella foi levada pelo companheiro para o hospital em Joinville dentro do porta-malas de um carro. O suspeito fugiu menos de um minuto após deixá-la no pronto-socorro.

Segundo o Poder Judiciário, embora o réu tenha alegado que a arma disparou acidentalmente, a Justiça entendeu que essa questão deverá ser analisada pelo júri popular. Isso porque o filho e o pai, ao se desfazerem do objeto, impediram que fosse feita perícia na pistola, o que poderia comprovar a versão deles.

Além disso, o desaparecimento do celular da vítima e de Leonardo foi considerado pela Justiça como indício de que o réu tem algo a esconder. Grabriella antes ir morar com Leonardo residia em Armação do Itapocorói, em Penha, onde moram seus pais.

Fonte: G1

Foto: ND

 

Receba notícias direto no seu celular!
Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News"

Sobre Vilmar Carneiro

Vilmar Carneiro
Formado em Jornalismo pela Univali - Universidade do Vale de Itajaí. Passagens profissionais por: Rede de Comunicação Eldorado (RCE/TV- Itajaí), Jornal de Santa Catarina (Agencia RBS/Notícias), Jornal A Notícia, Diário do Litoral (Diarinho) e diretor de jornalismo da extinta Rádio Aquarela FM.

Confira também

Balneário Camboriú: Funcionário dos Correios é preso pela Polícia Federal

06.12 – A partir de informações repassadas pela Agência dos Correios de Balneário Camboriú, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *