Home / Política / Câmara de Vereadores de Penha instaura CPI para investigar supostas ilegalidades no abastecimento de veículos da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos em 2016.
Slider

Câmara de Vereadores de Penha instaura CPI para investigar supostas ilegalidades no abastecimento de veículos da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos em 2016.




03.12 – A Câmara de Vereadores de Penha instaurou durante a sessão ordinária de ontem, 2, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar supostas ilegalidades no abastecimento de veículos da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, durante 2016. A CPI foi proposta por Maurício Olívio Brockveld (PROS) e tem como principal alvo o ex-diretor da Secretaria e atual vereador, Silas Renato Antonietti (PSD) – que afirmou estar “tranquilo” com relação à investigação parlamentar.

De acordo com a denúncia de Maurício, um caminhão da frota ficou parado em uma oficina mecânica de Blumenau durante 2016, mas apesar disso, há notas-fiscais e autorizações que comprovariam seu abastecimento durante o mesmo período.  “No ano de 2016, o caminhão ficou o ano todo parado na oficina […] Mas, naquele mesmo ano, o caminhão continuou sendo abastecido – conforme comprovantes de abastecimento assinados pelo ex-diretor da Secretaria de Serviços Urbanos e atual vereador do município”, afirma o proponente.

Maurício obteve a assinatura dos vereadores Maurício da Costa (MDB), Regiane Aparecida Severino (MDB), Isac Hamilton da Costa (PL) e Maria Juraci Alexandrino (MDB) para que a CPI fosse aceita.  Durante a sessão, Maurício apresentou um vídeo denotando o caminhão – sem motor – na oficina blumenauense e também supostos documentos que comprovariam a autorização de abastecimento no veículo.

O vereador Silas afirmou que “estou tranquilo e pronto para responder a qualquer questionamento que apareça. Antes, preciso ter acesso à documentação apresentada pelo vereador Maurício até para que possa me defender”. Para ele, a CPI é retaliação à sua denúncia contra o prefeito – rejeitada pela Câmara – por omissão em respostas aos pedidos por informação parlamentares.

“Fui diretor administrativo de Obras da Prefeitura em 2016 e sempre trabalhei de maneira honesta. Curioso notar que, uma semana depois de a Câmara rejeitar a abertura de uma comissão processante contra o prefeito Aquiles da Costa (MDB), a base do governo se articulou para me colocar no meio de uma investigação, criando uma história para me atingir”, finalizou.

Fonte: Jornal do Comércio (Balneário Piçarras)

Foto: Divulgação

 

Receba notícias direto no seu celular!
Participe do grupo "Noticias Região do Carneiro News"

Sobre Vilmar Carneiro

Vilmar Carneiro
Formado em Jornalismo pela Univali - Universidade do Vale de Itajaí. Passagens profissionais por: Rede de Comunicação Eldorado (RCE/TV- Itajaí), Jornal de Santa Catarina (Agencia RBS/Notícias), Jornal A Notícia, Diário do Litoral (Diarinho) e diretor de jornalismo da extinta Rádio Aquarela FM.

Confira também

Penha: Vereadores da bancada do DEM, Mário Marquett e Sebastião Reis Júnior, entregam ofício para aquisição de uma escavadeira para o senador Jorginho Melo

16.09 – Os vereadores penhenses, da bancada do DEM, Mário Moser Marquett e Sebastião Reis …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *